• Ceura Nolasco

"Tu estás na TPM de novo?"

Atualizado: 14 de Ago de 2020

Nos sentimos desnudas diante desta afirmação. Não temos escolha ou outra alternativa, apenas podemos atenuar o processo, mas inevitávelmente passaremos por ele.

Dá raiva sim, e muitas vezes ao invés de ajudar fica ainda pior quando nos sentimos “enfrentadas” através do deboche, ou do descaso, de um tempo para nós tão delicado. É como se desqualificassem todo o processo inconsciente e, as vezes até consciente, da reavaliação tepehêmica!

É avaliação sim! Reavaliamos tudo… e quanto mais coisas temos a rever mais forte ela se torna. Dentro de nossas infinitas possibilidades passamos por um tempo de morte e renascimento revendo tudo o que não organizamos ou decidimos, e nos damos o direito de reagir! Reagimos com raiva, ou depressão… depende de sua forma de explosão!Ficamos carentes ou tristes, choramos, ou até brigamos, o fato é que nos remexemos e desacomodamos!

Sermos identificadas neste processo, o qual muitas vezes não temos controle e consciência  nos deixa irritadíssimas, pois como mulheres nos sentimos incompetentes!Incompetencia esta não de controlar a ação das emoções, mas incompetente sim para resolver o que nos incomoda tanto e ainda não resolvemos!

E para muitas de nós perder o controle das emoções ,sejam elas de exacerbação… gritos e urros … ou de introtensão… choros e sono… nos tira ainda mais de um eixo de equilíbrio e nos coloca na beira da avaliação.

Logo, não se aproxime, mantenha distancia! Não deboche, tenha respeito, e nunca faça descaso, tenha compaixão, pois você não sabe o que será de você na próxima encarnação!

Alinhar a relação em tempo de confusão não é tarefa fácil. Não é o melhor momento para discutir a relação. Ou para enforcar o chefe na sessão. Apesar de serem os momentos mais sinceros de nossas interações!

Quando tudo está bem, observe que a TPM passa bem,e quando algo está mal a TPM parece até “sobrenatural”. O fato é que podemos utilizá-la com excelente recurso de feedback! Quando sua TPM for nível 03 por favor reflita e veja o que você pode fazer por você e por todos que a rodeiam.

Muitas vezes sem saber você se ajuda a “enlouquecer”! Lactose em excesso, queijos , leite, nata, manteiga, enfim laticínios em geral são os grandes colaboradores da formação do Katrina mestrual! Alinhe-se! … diminua significativamente estes alimentos e depois observe-se. Voce terá tempo de pensar, tomar consciencia antes de “pegar a faca”!

E ao mundo masculino avisamos: para as TPM’s de nível 05 procurem um abrigo, pois elas são avassaladouras, não deixam pedra sobre pedra, principalmente se “a situação” a resolver envolve você! as TPM’s de nível 01 e 02 necessitam de “colo” e ouvido… não discuta!as de nível 03 e 04 vão aumentando a força conforme você argumenta, mantenha-se firme, reconheça amorosamente a ação do stresse tepehêmico e não pense nunca em mostrar isto verbalmente, simplesmente faça cara de paisagem atenta e abaixe-se que ela vai passar!

E enfim, uma vez ao mês nossas mascaras caem e de acordo com o nível de nossa TPM, nos revelamos! Todos sabem se realmente estamos bem ou se estamos longe de estar bem. Desnudamos nossas frustrações e emoções, revemos e renascemos, e nos expomos na máxima coragem de retomar a vida na manha seguinte prontas para juntar os destroços do furacão, alinhar e se tivermos sorte comemorar. Comemorar a coragem de acordar e reconhecer que tudo isto faz parte de uma natureza forte e criativa e que neste momento, retoma sua força na linha de frente das decisões do mundo e orgulhe-se de ser mulher!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo