• Ceura Nolasco

"Te perdoo por me traíres". Por que traições acontecem?

Atualizado: 14 de Ago de 2020

A existência humana é por natureza em sua maioria na terra monogâmica… felizes as raças em que a poligamia abre o leque de possibilidades para o amor acontecer em sua essência e em diferentes formas…

Podemos amar muitas pessoas ao mesmo tempo, mãe, pai, amigos, filhos e parceiros. Cada forma de amor se estabelece dentro de suas peculiaridades e nuances particulares… O que não nos damos conta é que dentro do processo parceria também podemos amar diferentes pessoas em uma só ordem… é o que acontece com as raças e etnias que se permitem a poligamia…

Quando nos apaixonamos, ficamos literalmente, absorvidos pela paixão que rapidamente, se transforma em amor e eleva o ser acompanhado ao mais alto grau de hierarquia complementar.

A avaliação nestes tempos de paixão é tênue e normalmente precisamos fazer adaptações ao longo da relação, pois enxergamos no outro apenas o que queremos enxergar!

E então nos colocamos a amar! As diversas fases da vida a dois, os diversos momentos de sua própria individualidade, transformam você em outra pessoa, o outro também se transforma, alguém diferente de quem você era quando tudo começou. E ai… tudo mudou! Mudam os contratos da relação e sem nos darmos conta inicia a desaproximação!

Abrir espaço para outra pessoa dentro de você só acontece quando este espaço existe… até mesmo aos “invictos infiéis”podemos dizer que são aqueles que nunca se preenchem,por questões de comprometimento emocional ,ou por escolha pessoal ,não se dão esta permissão!

A traição é uma necessidade de preenchimento de um espaço vazio, uma busca de algo que nos encanta e nos preenche e que não se encontra mais, e nosso inconsciente age por nós!

Você mudou e não me avisou! … onde voce esta?

E teria este, o amor, um prazo de validade? … não, amor não tem prazo de validade, pois ele muda a sua polaridade… e ai está a questão! Uma vez que você ama,  amará para sempre… muda a forma como você ama… Você pode até ir para polaridade oposta odiar… e assim mesmo será amor.

Encontramos alguém no msn, no super mercado,na sinaleira ,no trabalho,na escola das crianças, que olha para nós e como que por encanto vibra a energia de “preenchimento”… estamos a um passo da traição.

Dentro de uma interação sadia, não existem culpados… existem responsáveis…nós mulheres mudamos os contratos….lembram?Eles nossos parceiros que não mudam a contratação sentem-se literalmente perdidos e neste movimento de tentar encontrarem-se muitos encontram é outro ser que preenche o modelo do contrato anterior aquele que não queremos mais e ai… eles traem…

A fama masculina é grande nos tramites da traição é comum ao espaço masculino este movimento existencial e entendemos que a natureza deles é vulnerável a ela, pois são menos flexíveis, mais vazios em espaço para ser preenchido, e sua natureza bio fisiológica não foi treinada, aberta para mudanças, então é mais seguro e, por incrível que pareça, sustentar o mesmo campo energético interativo que conhecem com outra pessoa a mudar  com a que estão para receber o então o tal preenchimento.

A instintividade masculina gerada pela testosterona deixa a praticidade do eu sei fazer assim… e será assim… falar mais alto.

Não estão acostumados   a aceitar a nova proposta, então é melhor ficar dentro de um espaço que eu já conheço mesmo sendo com outra pessoa.

As mulheres traem menos por quê? Seu nível de preenchimento se dá em níveis diferentes e como sabe mudar a cada 21 dias sabe adaptar com mais flexibilidade as faltas que este preenchimento dá!

Não se iludam porem, muitas mulheres também traem, e  traem a si mesmas quando mudam o contrato da relação e se perdem na negociação perdendo a interação dos parceiros que amavam… esta é uma das  maiores e grandes traições femininas… ou a de perderem-se de si mesma pelo dito grande amor.

Na verdade somos ambos os parceiros responsáveis pela traição… Até mesmo quando falamos dos invictos traidores… quem mandou você se apaixonar por ele? Você não percebeu que ele tinha um comprometimento emocional?

Precisamos urgentemente aprender amar, e a negociar as mudanças de contrato das relações, sair da ilusão do príncipe encantado , do homem de minha vida , e do amor eterno, viver os ciclos de forma mais livre e menos dolorosa, aceitar nossa responsabilidade e seguir em frente…

Redimir-se de sua culpa , aprender com o erro e seguir em frente… seguir amando, seguir errando, e aprendendo, faz parte da evolução humana na Terra! Liberar esta freqüência de traição coloca você oitavas acima na próxima relação!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo